10 alimentos a evitar para ter uma barriga lisinha e sem inchaço

Existem certos alimentos que não trazem qualquer benefício ao corpo. Entretanto, há outros que trazem benefícios e malefícios. Os malefícios são no sentido de que eles deixam a barriga inchada, cheia de gases, e aumentam a retenção de líquidos, fazendo o corpo inchar.

Então, a lista dos 10 alimentos a evitar para ter uma barriga lisinha e sem inchaço é variada. Alguns alimentos você realmente deve cortar do cardápio, enquanto outros devem ser consumidos com moderação. Descubra quais são… (clique no botão “próxima” em baixo para descobrir os alimentos prejudiciais)

1. Farinha de trigo branca

 

A farinha de trigo branca é frequentemente chamada de fonte de calorias vazias. O trigo branco fica assim porque passa por tantos processos de refinamento na indústria, que perde todas as suas propriedades benéficas e sobram apenas os carboidratos.

Além do mais, é uma fonte de glúten que faz muita gente ficar com gases e problemas intestinais. (o próximo ingrediente muitos exageram mas nem sabem o mal que faz)

 

2. Cerveja

 

A cerveja é a companheira do churrasco e das baladas, uma bebida muito antiga e popular. Mas, também faz a barriga inchar e aumentar de tamanho.

Por conter muita cevada e açúcar, é uma bebida que engorda e que faz o corpo reter glúten e carboidratos. Deve ser consumida com bastante moderação.

3. Refrigerantes

 

Todo mundo sabe que refrigerante engorda, por ser rico em açúcares, mesmo nas versões sem açúcar. Afinal, se não tivesse açúcar mesmo, não seria doce. Adoçantes também engordar em grande quantidade.

Além disso, por ser uma bebida com gás, faz o estômago ficar inchado, causando gases e desconfortos. O melhor é cortá-lo da dieta de uma vez por todas.

4. Leguminosas

 

As leguminosas, como feijão, lentilha, ervilha, soja e grão-de-bico, fazem muito bem para a saúde por conterem uma boa variedade de vitaminas, proteínas e minerais.

Porém, eles fermentam no estômago e libertam muitos gases ao serem digeridos, causando bastante inchaço abdominal. Então, é importante consumir, mas sem exagero.

5. Açúcar refinado

 

O açúcar refinado é um dos vilões da alimentação. Ele, assim como o trigo branco, passou por tantos processamentos que perdeu suas propriedades saudáveis.

Então, estará consumindo apenas calorias vazias que vão aumentar a taxa de glicose no sangue, aumentar a fome, e ficarem acumuladas na forma de gordura.

6. Vegetais crucíferos

 

Os vegetais crucíferos, como brócolis e couve-flor e todos os outros verde-escuros, são essenciais para uma alimentação saudável. É necessário comer uma porção deles todos os dias. Mas, ao mesmo tempo, eles também fermentam no estômago ao serem digeridos, fazendo com que fiquem muitos gases acumulados.

Então, o jeito é evitar consumi-los junto das leguminosas, ou a produção de gases será o dobro, podendo até gerar prisão de ventre.

7. Alimentos ricos em gordura saturada

 

Existem as gorduras boas para o corpo, que ajudam a equilibrar os níveis de colesterol. Mas, também existem as gorduras saturadas e trans, que são aquelas das frituras, dos embutidos e dos alimentos industrializados.

Essas gorduras são de difícil digestão, o que atrapalha o funcionamento do fígado, dos rins, do estômago e do intestino. Com a digestão lenta, ocorre o acúmulo mais rápido de gordura no corpo.

8. Goma de mascar

 

Há quem pense que mascar chiclete faz emagrecer pois engana a fome. Mas, a verdade é que ao mascar chiclete você está ingerindo apenas açúcar, além de estar estimulando a produção de suco gástrico sem necessidade e engolindo uma boa quantidade de ar, também sem necessidade.

Logo, não vai entender por que está com a barriga inchada, sendo que nem comeu.

9. Laticínios

 

Os laticínios estão no grupo dos alimentos que fazem muito bem à saúde por sua riqueza nutricional.

Mas, mesmo quem não tem intolerância à lactose pode se sentir inchado depois de consumir muitos laticínios, como leites, queijos, manteigas e iogurte.

10. Sal

O sal é necessário para controlar os níveis de água no corpo humano. Mas, em excesso, ele faz o efeito contrário: retém a água para que o corpo não fique desidratado, então deixa a pessoa inchada.

É preciso ficar atento, pois a maioria dos alimentos industrializados contêm sal.