Conheça Rita D’Libra, a drag queen tradutora de sinais

Publicidade

Engana-se quem pensa que o mercado de trabalho para as drag queens se restringe a apenas show performáticos. Há 10 anos, o pedagogo Lenon Tarragô trabalha como intérprete de sinais usando a identidade Rita D’Libra. Nas redes sociais, onde é acompanhada por quase 75 mil pessoas, a artista ensina palavras na linguagem de sinais, dubla vídeos virais, interpreta em libras músicas famosas e produz diversos conteúdos para a comunidade LGBTQIA+ surda.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Rita D’Libra (@ritadlibra)

Publicidade

Fora da Internet, Rita trabalha fazendo traduções de lives, shows de artistas famosos e eventos corporativos. “Eu interpreto de um jeito, a Rita de outro. Quando coloco a peruca, penso diferente, tento fluir mais o sinal, tenho que trazer uma sintonia que precisa ser contínua. E acabo dançando junto, né?”, disse em entrevista ao UOL.

A personagem surgiu em 2016 e foi batizada em homenagem ao “poder das Ritas”, como Lenon chama: Rita Lee e Rita Cadilac. O “D’Libra” foi agregado por sua paixão pela linguagem de sinais. Segundo o pedagogo, sua missão é tornar o conteúdo da Internet acessível para o público surdo e transmitir aos deficientes a emoção das músicas que fazem sucesso, naturalizando os sinais de libra no meio LGBTQIA+. Conheça o trabalho da drag queen pioneira em interpretar sinais no Brasil.

Publicidade