Fernanda Souza tenta vender documentário sobre Chiquititas para serviços de streaming

Publicidade

No dia 28 de julho de 1997, a rotina de milhões de crianças brasileiras mudou. Estreava Chiquititas, versão brasileira de novela argentina protagonizada por adoráveis e cantantes crianças órfãs.

Fenômeno da TV brasileira, a atração do SBT revelou vários talentos, popularizou músicas, vendeu bonecas e se tornou uma das telenovelas mais longas da teledramaturgia nacional, com várias temporadas e mudanças de elenco.

Publicidade

Em comemoração aos 25 anos do lançamento de Chiquititas, está em produção o documentário Anos Depois. Fernanda Souza, que viveu a inesquecível protagonista Mili, é uma das produtoras do filme e tenta emplacá-lo em algum serviço de streaming.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Anos Depois Oficial (@anosdepoisoficial)

Publicidade

Feito de forma independente e em gravação desde 2021, o projeto foi oferecido à HBO Max, Amazon e Netflix, mas por enquanto segue disponível no mercado. Contratada da Netflix, onde apresentará o reality de cozinha Iron Chef Brasil, Fernanda vem se esforçando em convencer a empresa a apostar no longa.

Segundo o site Notícias da TV, ela tem feito pressão nos bastidores, mas a companhia aguarda o produto finalizado para avaliar se tem ou não interesse na obra. A pandemia atrasou os trabalhos e a equipe corre contra o tempo para completar tudo até a data exata dos 25 anos, 28 de julho.

Publicidade

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Anos Depois Oficial (@anosdepoisoficial)

O longa vai apresentar imagens inéditas feitas na época das filmagens da novelinha, na Argentina, e entrevistas atuais com os atores que fizeram parte do elenco. Boa parte já gravou seus depoimentos, mas outros, como Débora Falabella e Bruno Gagliasso, ainda não conseguiram por motivos de agenda. Uma ausência sentida será Gésio Amadeu, que interpretou o Chefe Chico e faleceu em 2020, de covid-19.

Publicidade

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Anos Depois Oficial (@anosdepoisoficial)