Ilustrações mostram o lado mais íntimo e engraçado dos relacionamentos

Quem ainda não viveu um relacionamento sério, aquele namoro de verdade, convivendo junto todos os dias (ou quase todos), pode ter uma ideia um tanto quanto equivocada de como é que funciona.

A verdade é que, depois daquela linda fase de sedução, na qual ambos estão sempre arrumados, cheirosos e preparados para a conquista, a rotina bate à porta e ocorrem algumas mudancinhas.

Não quer dizer que isso seja ruim. Apenas que você passou a levar uma vida mais à vontade ao lado da pessoa que ama, sem esconder o que acontece na sua intimidade. Quanto mais tempo de relacionamento, mais isso acontece.

Só que quando o casal é apaixonado e continua com os olhos brilhando um pelo outro, esses fatos íntimos (às vezes desagradáveis) não são problema algum. Pelo contrário, o casal se fortalece junto e percebe como é bom ter ao lado alguém de confiança para compartilhar todos os momentos da vida, bons e não tão bons assim.

Essa é a visão da artista Amanda Oleander @amandaoleander, e por isso ela fez várias ilustrações bem legais que expressam o dia a dia de um casal apaixonado vivendo na mesma casa. Será que você se identifica? Veja todas!

Sempre depilada? Não…

Para algumas mulheres, estar sempre depilada é uma necessidade não só para elas mesmas, mas porque morrem de vergonha de que o namorado ou marido as veja com os pelos em crescimento. Mas nem sempre dá tempo (e vontade) de manter o corpo todo livre dos pelos. Então, a verdade é que os pelos existem, são naturais e não vão torná-la menos sexy por estarem ali no seu corpo.

Os cabelos também precisam de espaço

Os namorados e maridos de mulheres com cabelos compridos sabem como é. Muitas vezes, eles vão acordar emaranhados entre a cabeleira delas, quase sufocando. Outras vezes vão cheirar o cangote e na verdade só cheiram um monte de cabelos (também cheirosos).

Mas, a solução é colocar os cabelos para o lado gentilmente e continuar o que estava fazendo. Em especial se o marido ou namorado também adorar ver a sua linda mulher com aqueles cabelos longos ao vento. Os dois precisam saber lidar!

Tarefas de homem e de mulher? Como assim?

Nessa ilustração fica claro que um casal de verdade não separa as tarefas de casa de acordo com o que é de mulher e o que é de homem. O que funciona mesmo é o apoio mútuo e cada um fazer o que precisa ser feito, no momento que puder.

Nesse caso, é uma questão de perceber o que o outro está precisando que seja feito por ele, ou simplesmente ver que se a louça está na pia, precisa ser lavada; se a roupa está no varal, precisa ser recolhida; se o chão está sujo, precisa ser varrido. Então, qualquer um dos dois é responsável por isso. O resultado? Mais amor e mais respeito um pelo outro.

Seu corpo, meu corpo

Não tente disfarçar! Se você prefere dizer que as espinhas e cravos do seu parceiro são invisíveis aos seus olhos, e que nunca teve vontade de se livrar delas com suas próprias mãos, vocês ainda não são íntimos o bastante!

Esse é o tipo de coisa que pode até parecer nojenta, mas se torna bem normal quando um casal está junto há algum tempo e não se importa com tudo o que acontece no corpo do outro. Bem, cada casal tem seu nível de intimidade e seus limites. Não há o que julgar!

Acabou seu tempo de jogos!

Namorados e maridos gamers não veem o tempo passar quando estão imersos em seus jogos preferidos. Em poucos casos as mulheres se identificam com esse hobby, então, se acostumam a ouvir a frase “espera só eu poder salvar essa fase”.

É preciso haver um equilíbrio aí! Algumas horas de jogos enquanto ela faz outras coisinhas dela, mas depois é preciso viver esse namoro de verdade, na vida real, concorda? E sem brigas!

Mais intimidade pela pele do outro

Os serem humanos são únicos! Enquanto alguns sequer podem olhar para a espinha ou cravo do parceiro, outro pedem por favor para deixarem espremê-las. Qual é o seu caso? Seja qual for, não existe certo e errado. O importante é um respeitar o outro e não ficar forçando uma intimidade como essa, caso não estejam de acordo. O tempo vai resolver tudo.

Absorventes… que íntimo!

Talvez, para muitas mulheres, os cravos e espinhas não sejam o auge da intimidade. Mas sim, expor o seu momento com seus absorventes. Porém, não tem nada demais em pedir ao namorado ou marido para alcançar o absorvente que você esqueceu de pegar lá longe no armário do quarto.

Afinal, o que há de errado nisso? Por acaso você esconde quando está menstruada? Não dá para fazer isso a vida inteira. O melhor mesmo é quebrar os tabus e viver com naturalidade tudo o que a vida tem de natural.

Banho relaxante… Para quem?

Essa ilustração é bem legal porque mostra uma realidade engraçada. Tomar banho junto é para ser um momento romântico entre o casal, mas nem sempre é possível. As mulheres costumam sentir mais frio do que os homens, então, antes de pensar na parte romântica do banho, o casal precisa entrar em um acordo sobre a temperatura perfeita da água. Talvez esses banhos especiais só sejam possíveis no verão mesmo, pois se um homem entrar no banho de uma mulher em pleno inverno, pode sair cozido!

Bafo é normal, aceite!

Como é gostoso acordar de manhã, virar para o lado e abraçar o seu amor. Mas, e o bafo na hora de dar um beijo ou bom dia? Bem, ele faz parte, mesmo que você tenha escovado bem os dentes antes de ir dormir.

Enquanto alguns casais já estão acostumados e nem ligam, outros entram em um acordo, que acontece naturalmente, de se levantar e escovar os dentes antes de dar um beijo de bom dia na pessoa amada. Mais uma vez, é questão de escolha e de hábitos. Cada casal faz o que acha melhor!

Na gestação, a mulher precisa de membros extras!

Quem já viveu ou está vivendo o momento de uma gestação, vai se identificar com essa ilustração. Chega num ponto em que a mulher não consegue mais alcançar os próprios pés, pois o barrigão não deixa. Então, para se manter linda, com as unhas feitas, cadê o maridão?

Ele passa a ser uma extensão do corpo da mulher para ajudar em tudo o que ela não consegue mais fazer sozinha, por enquanto. E está certíssimo! Vocês dois são os responsáveis pelo barrigão, então devem lidar juntos com as consequências.

O sono profundo faz babar… No outro!

Para quem gosta de adormecer nas costas ou no peito do namorado ou da namorada, é bem comum dormir tão profundamente que vai acabar babando! Nojento? Nem por isso! É só passar um papel, dar uma limpadinha e estará como novo. Depois de um tempo de relação, nada mais é tratado como nojento quando o assunto é corpo da pessoa amada. Ou quase nada…

Zoeiras da vida…

Um relacionamento saudável é feito de muitas coisas, entre elas, o bom humor. Estar de bem com a vida e saber rir das situações é essencial. Se você já fez uma brincadeira com o seu amor, do tipo leve, sem constranger demais, está tudo certo!

Quando um casal é bem humorado, faz brincadeiras e palhaçadas para o outro rir, e não dispensa uma zoeira de vez em quando, a paixão só cresce. Afinal de contas, a simpatia e as risadas são o primeiro passo para uma paixão começar. Então, por que não seria assim para ela continuar?

Ah, os primeiros cabelos brancos…

Cabelos brancos aparecem, cedo ou tarde. Mas, para as mulheres, esse costuma ser um problema maior do que para os homens. Viver esse momento ao lado da pessoa que você ama é bem legal, pois é a cumplicidade em sua forma viva.

Se a sua amada nem conseguir olhar para aquele fio branco porque já se sente mais velha, faça o favor de ajudá-la a se livrar dele. Ou, melhor ainda, diga a ela que continua linda e que você adora ver como ela está amadurecendo ao seu lado.

Pesando sempre para dois…

Quem já viveu sozinho e depois passou a viver em casal, sabe como é que funciona. O cérebro é reprogramado para pensar em tudo dobrado. Na hora de fazer biscoitos, a receita é dobrada. Na hora de fazer um bolo, é pensando na cobertura que o outro também gosta.

E esse cuidado e carinho em agradar o outro é o que move o relacionamento para o caminho do sucesso. Afinal, todo mundo gosta de ser bem tratado e mimado de vez em quando. Não hesite em fazer surpresinhas culinárias para o seu amor, sempre que puder e sem esperar que ele peça.

Cabelo na comida, já aconteceu com você?

Você jamais aceitaria ver um fio de cabelo na sua comida em um restaurante. Mas, depois de um tempo de convivência em casa, o cabelo do seu parceiro já não causa mais nojinho.

Claro, ainda assim não é das visões mais agradáveis ver um fio de cabelo na comida, pois você não quer comer cabelo. Mas, pode acontecer. Então, tira para o lado e continua comendo, sem deixar que isso atrapalhe a refeição. Mesmo assim é bom tomar mais cuidado da próxima vez, ok? Uma touquinha ajuda bastante a evitar que se repita.

Cabelos caem, não há como evitar!

O cabelo tem um ciclo de vida. Ele nasce, cresce, fica ali por um tempo e depois morre, ou seja, cai da cabeça. Então, em especial nas mulheres que têm cabelos longos, é bem comum encontrar bastante cabelo pela casa.

Mesmo as mulheres mais cuidadosas, que vivem jogando os cabelos soltos no lixo, é difícil controlar tudo. Então, é importante se acostumar com os cabelos, que como já deu para notar, apareceram algumas vezes nessa lista.

Mulher gato

Unhas curtas são importantes não só por uma questão de higiene, mas também para evitar ficar machucando as pernas do outro na cama. Tudo bem que nem sempre você está com as unhas feitas e lindas, principalmente no inverno, mas também não precisa deixar elas compridas. Aliás, essa dica vale mais para os homens do que para as mulheres, talvez… Como estão suas unhas agora?

“Eu não estava dormindo…” Zzz…

Essa é uma situação que nem precisa estar morando junto para viver. Como é que pode as mulheres dormirem com tanta facilidade quando começam a ver um filme? Mas, não comece a culpar a mulherada, pois muitos homens também dormem.

O complicado é que não é por querer, e é claro que o outro não quer ver o o filme sozinho. Essa questão poderá ser uma rotina na sua vida a dois, então, já se prepare para encontrar uma solução. Talvez uma soneca antes do filme, e bastante comida durante, ajude a manter a pessoa acordada.

O descanso no colo do outro

Estar junto, dormindo ou acordado, em um momento de paz e tranquilidade é uma das melhores coisas na vida de casal. Todo mundo gosta de estar relaxando, sem ter nada para fazer, e na companhia mais agradável de todas.

Na hora de pensar em morar com alguém, lembre-se de levar isso em consideração. Não é preciso morar junto se vocês não gostam de fazer as mesmas coisas nos momentos livres. A ideia de viver junto com alguém é ter tantas coisas em comum que vale mais a pena passar o máximo de tempo na companhia um do outro.

Na saúde e na doença

Na hora de assumir um compromisso com alguém, todo mundo deve se lembrar da famosa frase “…te aceito na saúde e na doença…” afinal, algum dia você e o seu parceiro vão ficar doentes. Nessas horas, é sempre bom ter alguém para dar um colo, trazer uma sopa, uma água, fazer carinho e ir na farmácia buscar remédio.

Quando você ama de verdade, faz tudo isso com o maior prazer, pois quer ver o outro melhorar. Então, não pense que viver junto vai ser sempre um mar de rosas e muita diversão. Mas, mesmo assim, vale a pena.

Uma conexão profunda

Essa ilustração é maravilhosa e retrata a profundidade de uma relação amorosa. Para muitos casais, chega a um ponto em que um sente que faz parte do corpo; da alma do outro. Não é uma questão de posse, mas sim, de conexão extrema. Se quando você abraça o seu amor, sente como se estivesse nessa imagem, trocando raízes com ele, você é uma pessoa de sorte.

Sempre juntos

Decidir conviver com alguém é algo que se deve fazer quando vocês têm muito em comum. Então, vai chegar ao ponto em que estar em casa preparando um almoço ou jantar, bebendo alguma coisa e conversando com a pessoa amada será o seu programa favorito. Ou, claro, que seja outra coisa que gostem muito de fazer juntos. O fato é que a felicidade está na simplicidade e nas boas companhias. É isso que faz sentido.

Uma artista talentosa

Se você chegou até aqui, quer dizer que gostou das ilustrações feitas por Amanda Lady Oleander. Ela é realmente boa no que faz, tanto que consegue expressas emoções em seus desenhos e fazer as pessoas se identificarem de forma leve, com carinho, pelo que retrata.

Ela é uma profissional graduada em Belas Artes, na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Suas artes são bem conhecidas e conceituadas, graças a um trabalho feito com paixão verdadeira. Então, quer ver um pouco mais? Continue essa divertida imersão no mundo dos casais…

Há momentos e momentos…

Amanda retrata a realidade da vida a dois de forma sincera e divertida. Claro, também um pouco exagerada, como é típico nas ilustrações. A ideia é que você possa rir enquanto percebe que a realidade de um casal é assim mesmo, cheia de emoções, às vezes muitas gargalhadas, muito choro, raiva e reconciliações apaixonadas. Também, cheia de relevâncias que um precisa ter com o outro para que a relação dê certo. Adaptar-se é essencial.

A intimidade de um lar

Em entrevista para um site, a artista tentou explicar que as suas artes retratam seu encantamento pela vida íntima das pessoas, no sentido de que nunca é possível saber o que todos realmente fazem quando estão em sua intimidade, dentro de casa com a família. E é isso que torna mais encantador. É por isso que ela imagina, desenha e as pessoas se identificam, mesmo com os desenhos que nunca vão assumir serem os mais parecidos com a sua realidade. É aí que mora a arte.

Fazer tudo juntos

Para conseguir ser tão fiel à realidade das pessoas, Amanda só pode viver tudo isso também. De fato, ela vive um noivado em que várias das situações apresentadas nas ilustrações se repetem no dia a dia.

É por isso que os desenhos ficam tão apaixonantes, e que ela consegue transmitir como é gostosa essa convivência íntima e honesta com a pessoa amada em todos os momentos. Sim, até escovando os dentes de mãos dadas. Já se imaginou fazendo isso? Tomara que um dia seja a sua realidade, pois é divertido.

Aquele momento de sofá, filme e comida!

Mesmo os casais que fazem dieta e academia gostam de passar um momento juntos jogados no sofá ou na cama, assistindo suas séries ou filmes favoritos e cercados de guloseimas deliciosas. Essa ilustração com o casal em formato de batatas, e ainda assim apaixonados, é perfeita para retratar esse momento a dois.

Amor e carinho sem frescura

Quem já se cuidava antes de namorar e morar junto, fazendo seus tratamento de beleza um tanto quanto estranhos, não precisa deixar de fazer. A sua máscara facial não vai ser motivo para afastamento. No máximo, pode aproveitar para dar um susto na pessoa amada.

Amanda aproveita para explicar que essas ilustrações são baseadas na vida a dois que ela mesma leva com seu noivo. E, com isso, ela percebeu que existe muita similaridade com a vida de muitos outros casais no mundo inteiro. Milhares de pessoas se identificam, e isso só a faz ter ainda mais vontade de continuar desenhando.

O amor está nos pequenos gestos

O respeito, o carinho e o cuidado são o que faz uma paixão virar amor. Todas as pessoas buscam dividir a vida com alguém que seja um compilado de tudo: melhor amigo, confidente, psicólogo, companheiro de loucuras, mãe, pai, irmão e, claro, a paixão da vida. Se quiser alguém assim, comece sendo assim com as pessoas que merecem. Claro, de forma equilibrada, um pouco de cada vez e nos momentos certos. Esse é o segredo.

Volta logo!

Quando um casal está perdidamente apaixonado, uma de suas principais características é querer estar sempre grudado. Então, os momentos de despedida são os mais difíceis. Como é bom reencontrar a pessoa amada depois de um tempo longe. Como é bom sentir a pele, o abraço, o cheiro, o beijo e ouvir a voz. Matar a saudade é uma das melhores coisas da vida.

Ah, o amor!

Corações saindo dos olhos hipnotizados e a baba escorrendo pela boca são a forma clássica de expressar um casal apaixonado. Amanda fez isso de forma bem legal nessa imagem. É para rir e se identificar, como em todas as suas artes.

Suas inspirações para criar os desenhos estão em artistas como Tim Burton, Amedeo Modigliani, Picasso e Alice Neel, e também nos desenhos animados como Rugrats e The Wild Thornberrys, que possuem traços e cores semelhantes aos que ela usa. Quem cresceu vendo os desenhos dos anos 1990 vai entender, e talvez por isso é que se identifique ainda mais, graças à memória afetiva.

À luz do luar

O mais importante para um casal apaixonado é estar junto em momentos românticos, apenas concentrados em apreciar a companhia um do outro. Fazer viagens juntos é uma ótima oportunidade de vivenciarem experiências que serão da sua história no futuro. Essa ilustração retrata o sonho de muitos casais que é estar juntinho vendo as estrelas e admirando a beleza um do outro.

Encaixe perfeito

Amanda consegue retratar os momentos da vida de um casal com delicadeza, graça e profundidade ao mesmo tempo. Estar na cama com a pessoa amada é isso: sentir que vocês têm o encaixe perfeito, e que querem estar cada vez mais perto, o tempo todo. Mesmo quando já não tem mais posição para ficar na cama, só saem quando é realmente necessário.

Só umas coisinhas…

Estar em um relacionamento é buscar o equilíbrio entre as personalidades. Tudo bem que, depois de alguns anos, o casal vai se tornando mais parecido, pois adotam hábitos juntos, que passam a ser só deles.

Mas, até que isso aconteça, é preciso compreender as diferenças, conversar sobre o que precisa ser melhorado ou simplesmente aceitar que o outro é o outro. Então, ajudem-se sempre!

Carinho especial

Amar é cuidar e querer ver o outro feliz. Quando esse cuidado é mútuo e constante, tudo entra em perfeita harmonia, pois a gentileza estará sempre presente. É bem legal que o casal tenha um tempo para cuidar um do outro, fazer carinho, massagem, surpresas… Esse é o alimento da paixão e também do amor duradouro. Mas, falando em alimento…

Quem pegou o meu pudim?

Todo mundo tem um ponto fraco, e em muitos casos esse ponto tem a ver com comida. Quem vive com uma ou mais pessoas sabe que a comida do outro é intocável, então, é bom não mexer. Caso isso aconteça, prepare-se para conhecer o monstro que existe dentro de cada um, e nem pense em lutar com ele. É mais fácil acalmar a fera tentando consertar o desastre com bastante carinho.

Lidando com a saudade

Essa é outra ilustração que fala de saudades. Antes, foi sobre o reencontro. Mas essa é sofrida… Retrata o tempo que parece infinito enquanto estão longe. Parece que você perde o chão e a vontade de fazer tudo, pois qualquer coisa já não tem a mesma graça, o mesmo sentido.

A pessoa não está ali para você fazer as brincadeiras, os comentários, abraçar, beijar e tudo mais. Sentir saudades faz parte, e mesmo que doa, é melhor ficar pensando em como vai ser o reencontro, pois assim ele parece chegar mais rápido.

As diferenças de temperatura

Para um casal composto por um homem e uma mulher, essa cena é bem clássica. Enquanto o homem está de camiseta e bermuda, a mulher parece estar sozinha em meio ao gelo do Polo Norte. Dessa vez, não é exagero, e sim, é fisiológico mesmo. Homens possuem uma temperatura do corpo mais elevada, já as mulheres precisam estar aquecidas com roupas e cobertores quando estão paradas. Melhor ainda se esse cobertor for feito de um abraço amoroso.

Dividir a comida, só com permissão!

Comida é sempre um debate. Assim como você não deve se atrever a pegar a comida do outro na geladeira, também não pode dizer que não quer comer, mas pedir um pedaço quando o outro chega com o lanche dele.

Afinal, ele se preparou psicologicamente para comer tudo aquilo que pegou. Mas, quando o romance está no ar, as pessoas costumam ficar mais queridas e dividir até mesmo a sua única fatia de pizza. Compartilhar é um dos treinos mais importantes para o sucesso na vida a dois.