Pai bloqueia internet dos filhos e deixa cidades inteiras sem conexão

Publicidade

Um pai preocupado com o vício dos filhos em internet causou grandes transtornos na França. Buscando forçar os filhos a dormirem na hora certa, o homem – cuja identidade não foi revelada – comprou um bloqueador de sinal, colocado em funcionamento sempre entre meia-noite e 3 da manhã.

Funcionou para tirar os filhos da internet de madrugada? Sim. Mas impediu também que moradores de sua cidade e regiões vizinhas se conectassem. O caso inusitado ocorreu em Messanges, no sul do país, e foi reportado pela Agência Nacional Francesa de Frequências (ANFR).

Publicidade

O alerta foi dado por uma operadora de telefonia móvel e um técnico da ANFR enviado ao local identificou, com um receptor, a origem do problema. O pai zeloso teve que pagar uma multa de 450 euros (cerca de R$ 2.500) e vai responder judicialmente pelo crime.

Aproveite e veja: Como afastar os filhos do mundo virtual e aproximá-los da vida real

Publicidade

Questionado pela agência, ele explicou que o confinamento por conta da pandemia fez com que os filhos ficassem muito viciados em redes sociais. Com a intenção de evitar que eles perdessem as noites de sono no celular, ele descobriu em fóruns online que comprar um bloqueador poderia ser a solução. O equipamento, no entanto, acabou impactando toda a internet de Messanges e ainda de Moliets-et-Maa, cidade vizinha.

Usar bloqueadores de sinais é proibido na França e o homem pode ser condenado a até 6 meses de prisão, além de ter de pagar 30 mil euros (R$ 172 mil).

Publicidade

Veja também: Tempo no celular: brasileiros estão no topo do ranking, diz pesquisa