Estudante faz sucesso ao registrar passeios pelas estações de metrô e trem de SP

Publicidade

Já diria Mário Quintana: “viajar é trocar a roupa da alma”. Mas não pense que um passeio memorável fica restrito a uma Eurotrip ou a um mochilão pela América do Sul. Com pouco dinheiro e muita vontade de desbravar o novo, Leonardo Christofoletti, de 21 anos, elegeu as linhas de metrô e trem de São Paulo como seu destino turístico. O jovem, morador da Freguesia do Ó, divulga sua experiência nas redes sociais, somando mais de 10 mil reações e 18 mil compartilhamentos.

Além das fotografias de cada uma das 192 estações, Leonardo mantém um canal no YouTube, em que mostra um pouco da história de cada parada, curiosidades e notícias. “No começo de 2017 eu tive depressão e (o projeto) foi um alívio para mim. Precisava sair de casa, espairecer. Foi até uma libertação. Não tinha dinheiro e queria conhecer lugares diferentes e você pode pagar, hoje, 4,40 reais e ir em todas as estações!”, disse o jovem em entrevista à revista Veja.

Publicidade

Além de conhecer cada via de deslocamento ferroviário de São Paulo, Leonardo tem a chance de ver de perto o contexto social no qual está inserido. “O passeio é interessante porque dá pra ter uma experiência das questões sociais da cidade. A linha 9-Esmeralda por exemplo, começa em uma região de baixa renda, passa por uma de altíssimo padrão e termina em outra da periferia. É interessante como a paisagem mostra isso. A gente tirou umas fotos em horário de pico, e via o fluxo de pessoas e as características delas. É uma brincadeira, mas também tem um fundo social e antropológico”. Sem dúvidas, uma forma inovadora de expandir os horizontes culturais!

Publicidade